domingo, 5 de dezembro de 2010

As árvores (actualização)

*

Pois nós somos como troncos de árvore na neve. Temos a impressão de que assentam sobre ela, e que com um pequeno empurrão seríamos capazes de os deslocar. Não, não somos capazes, porque eles estão firmemente presos à terra. Mas - quem diria? - até isso é ilusório.

Parábolas e fragmentos, Franz Kafka, I Meditação, Assírio & Alvim
tradução João Barrento

*

Porque somos como troncos de árvore na neve. Aparentemente estão apenas pousados na neve e com um simples empurrão conseguir-se-ia afastá-los. Não, não é possível porque estão firmemente ligados ao solo. Mas reparem que até isto é apenas aparente.

Franz Kaka, Os contos, Assírio & Alvim
Observação, tradução de José Maria Vieira Mendes

*

Porque somos como árvores. Aparentemente poderiam deslocar-se quase sem esforço, tal como nós. Não, não conseguem, porque têm raízes profundas que as prendem firmemente à terra. Mas, olhando bem, até isso é apenas aparente.

Completamente mudado por Luís Ene

*

Somos árvores. Poderíamos nos deslocar quase sem esforço, mas não conseguimos. Temos raízes profundas que nos prendem firmemente. Mas até isso, se olharmos bem, é ilusão.

A versão de Wilson Gorj

Somos como árvores na neve. Olhando, temos a impressão de que, como elas, poderíamos deslizar sem esforço. Mas temos raízes profundas. Ou pensamos que temos.

Livremente mudado por Sara Monteiro

2 comentários:

  1. Somos árvores. Poderíamos nos deslocar quase sem esforço, mas não conseguimos. Temos raízes profundas que nos prendem firmemente. Mas até isso, se olharmos bem, é ilusão.

    _________

    Não resisti em aplicar a minha versão.


    Abraços.
    W.G.
    gorj@jornalolince.com.br

    ResponderEliminar
  2. Somos como árvores na neve. Olhando, temos a impressão de que, como elas, poderíamos deslizar sem esforço. Mas temos raízes profundas. Ou pensamos que temos.

    Livremente mudado por Sara Monteiro

    ResponderEliminar