domingo, 5 de dezembro de 2010

poemas zen

No fundo das montanhas está guardado um tesouro
para aquele que nunca o procurar.

O bebedor nocturno, Herberto Helder, poemas mudados para português, Assírio & Alvim

1 comentário:

  1. São os meus tesouros prediletos.

    Obrigado pela visita...mesmo sem vinho!!!!

    Já agora...podias atualizar o outro blogue...com o desenho feito pela tua filha.
    Acho-o muito bom. Ela favoreceu-te um bocado...mas tá bem!!! É o pai...está desculpada!!! Jinho para ela...e um abração dos 7 costados para o pai!

    ResponderEliminar