segunda-feira, 9 de janeiro de 2012

Dor insuportável

Noite adentro
caminhas sem
cessar

o poema
escrevendo-se
na carne ferida

ferida aberta
ferida intensa

dor insuportável
que a si mesma
se devora

dor insuportável
que te faz mal

dor insuportável
que te faz bem

dor insuportável
que te diz que vais
morrer

dor insuportável
que te diz que estás
vivo

1 comentário:

  1. queria morrer mais cedo
    mais cedo ainda do que os anos vividos
    porque nada disto me interessa
    porque nada disto
    se ausenta nos passos dados à sepultura

    os livros a encher-se nas prateleiras
    as mãos serão sempre de marfim feitas

    queria morrer mais cedo
    dentro do homem dentro da planta da cidade lenta
    queria possuir a morte
    ou a morte antes desta que me visita mais cedo
    queria

    que dor se escreve na morte visitante
    que morte? para quem escreve a dor

    ResponderEliminar