sexta-feira, 27 de janeiro de 2012

AINDA OUTRO POEMA



caíste

na direcção

do centro do

mistério



voluntária

involuntária

mente



numa procura

que sempre

procuraste

até ao fim e



afinal

deixa-me

que te diga

sem mais



só isso importa

Sem comentários:

Enviar um comentário