terça-feira, 14 de dezembro de 2010

gente comum


O incendiário

admirava-se sempre com a facilidade com que a gasolina entrava em COMBUSTÃO.


O oportunista

fugiu sempre ao confronto e à verdade. Chegou a ministro.


O homem vazio

falou durante horas. Quando se calou, percebeu finalmente que nada tinha para dizer.


O homem preocupado

andava sempre muito preocupado. Um dia deixou de se preocupar e ficou ainda mais preocupado.

Sem comentários:

Enviar um comentário