sexta-feira, 23 de setembro de 2011

MANIFEITO

não digam que a arte não alimenta
não digam que arte não não abriga
não digam que a arte é inútil
nem para a enaltecer
nem para a desprezar

alimentem-se de arte,
da vossa e a da dos outros
façam da arte a vossa casa
e o vosso porto de abrigo
de onde partem e chegam

a verdade é que inútil é
a própria ideia
de utilidade
a arte é tão inútil
como o ser

Sem comentários:

Enviar um comentário