quinta-feira, 29 de setembro de 2011

ARRITMIA


Dizes-me que o que escrevo não é poesia:
não tem ritmo não tem rima não tem alegria.
respondo-te assim: então não é poesia? A
puta da tua tia! Que eu sinto-a em mim e
sei muito bem o que é e o que não é.

[…]

Estás a ouvir?
As palavras dizem sempre mais do
que dizem quando ecoam em nós.

1 comentário:

  1. Muito bem dito amigo! Puta da Tia da Insensibilidade para a poesia! lol

    ResponderEliminar