sexta-feira, 4 de fevereiro de 2011

o escritor e a folha em branco

2 comentários:

  1. Marguerite Yourcenar? Já não me lembro onde li a ideia que aqui ganha imagem, o meu comentário iria na demanda duma outra abordagem do pesponto formal. Não se trata de obter a escultura no interior da pedra, seria antes o modo de lá a colocar. O escultor gera fragmentos para chegar ao interior, o escritor transita entre momentos, apenas nos dá a transparência.
    Por exemplo, na madeira onde há um nó e o escultor faz um olho, o escritor deixa-nos ver esse olho de dois modos diferentes: olhando ele (o olho) ou olhando nós para ele.
    Quanto à página em branco, essa metade da folha que olha para nós sem nada escrito e com tudo por escrever. Acredito aceite todos os comentários, deste modo nascem os rios em... poesia.

    ResponderEliminar