sábado, 23 de outubro de 2010

poemas instantâneos (1)

Fazê-la bonita

Nem tudo o que é agradável
à vista ou ao ouvido
é digno de menção.
Quando em bons lençóis
até um atum parece
um brinquedo.


Belo!

Nem tudo o que é belo
é aprazível deleitoso ameno

Nem tudo o que é belo
é perfeito para o fim a que se destina

Nem tudo o que é belo
nos satisfaz completamente

Nem tudo o que é belo
é nobre generoso certo

Nem tudo o que é belo
é perfeitamente belo

só o sexo
é excelentemente
belo

Sem comentários:

Enviar um comentário