terça-feira, 5 de outubro de 2010

HÁ DIAS


Há dias em que quero meter tudo dentro do poema
A loura magra de passo duro que caminha à minha frente
O sol de Outono que me cega por instantes
A música retro de um grupo português de rock alternativo
O vagabundo de blusão de couro com apenas meia gola de pele
E mais e mais e mais Muito muito mais
Mas tudo está fora do poema Tudo é já poema

6 comentários:

  1. Tens a noção Luis que acabaste de partilhar aqui um video do meu artista português e poeta favorito: Manuel Cruz.
    Ornatos Violeta
    Supernada
    Pluto
    Foge Foge bandido
    As raridades, os inéditos.
    Sou fã da poesia, amo-a mesmo. É um senhor e exemplo no que escreve, no que fazz e como actua em publico. Sempre humilde.
    Não sabia que gostavas desse Nortenho Artista.
    Muito bom gosto. Aplaudo. Sou doido por tudo o que ele faz. Fã número um :P
    Um abraço, até já. Longa vida à poesia

    ResponderEliminar
  2. gosto muito, e depois de muito tempo sem os ouvir coloquei os dois álbuns dos ornatos no mp4.
    até já.

    ResponderEliminar
  3. http://www.youtube.com/watch?v=GV8z-xowi4Q

    Foge foge bandido, o utimo projecto dele.

    Tenho tudo no mp4.
    Se quiseres empresto-te, as bandas todas a discografia ;)

    Um abraço

    ResponderEliminar
  4. Peço desculpa. a pressa por sair e como estava acompanhado em casa por amigos não me proporcionou ler o poema, que foi declamado esta noite no "Dracu-Leia" está noite. Gostei do poema. E nesta noite também de ver a casa cheia: partilha, poesia, calor humano.
    Um abraço, gostaria de ter o prazer de conversar mais consigo.
    (desculpe se o trato por tu, poi sem querer)
    G.R.

    ResponderEliminar
  5. Não percebi a resposta...
    G.R. porquê? eheh

    ResponderEliminar