quarta-feira, 22 de setembro de 2010

o que faltam é espaços e mais aposta na literatura e na poesia

O Diogo Leal (Gavine Rubro) diz:

Boa noite. Muitos escritores com certeza prévia, residem em faro. Depende, claro está, do conceito lato que se está a usar. O que será ser escritor? Aquele que escreve? Aquele que escreve e foi publicado? Ou aqueles que simplesmente gosta de literatura, arte escrita e que gosta de o criar, independentemente da publicação/critica? Acho que mesmo estes residem em faro e em maior quantidade do que aquilo que se pensa, faltam é espaços como o draculea café bar, mais aposta na poesia e literatura no pátio das letras e noutros locais como "Os artistas" inserir o conceito também. Não sou natural de Faro, sou portuense. Gosto de escrever na medida da vontade, na medida que escrevo para soltar o que sinto e o que penso, ou simplesmente criar um teatro entre linhas com ficções realistas (ou não). O draculea café bar ensinou-me muito. Nele dei mais voz aos meus poemas, nele tive conselhos de melhores escritores e nele ouvi textos lindissimos, performances fabulosas, para os clientes/amigos baterem só palmas pelo bonito do evento, não havendo debate construtivo, não por falta de tentativa da gestão do espaço, eles tentarão a partir da edição de hoje (e bem) mudar o conceito-chave para algo mais aberto à discussão. Há ainda cépticos que se vão embora quando a poesia começa e depois há outros habituais que participam, ouvem e convivem, como eu e muitas mais pessoas. Fico contente por já ir longo o numero de edições de poesia, no porto já se faz isto há algum tempo e há locais próprios que até esgotam as reservas, enfim, outras cidades, outras mentalidades. Um bem haja ao Draculea e ao luis que abrem estas discussões e divulgam enaltecendo o bom nome da poesia. Há grupos literários, o texto-al por exemplo, grupo informal de literatura do algarve no qual fazem parte sylvia beirute, pedro rodrigues, ana isa, eu e outros mais. Sinto um orgulho tremendo de estar entre escritores, sim escritores tão bons que se juntam para a partilha e aprendizagem auto-didacta. Este grupo é "presidido" pelo esritor já publicado Tiago nené e o luis ja deve com certeza conhecer o blogue :). O draculea em si também o considero uma organização literária, apenas não usa esse rótulo ;) Adorava saber que organismos apoiam a poesia e a literatura em Faro e no Algarve. Que se abra a discussão, um abraço, Diogo Leal.

[Obrigado, Diogo. Um abraço.]

5 comentários:

  1. Que bom continuarem a ir ao Draculea nas terças. Adoro :) Não precisas Agradecer. Longa vida à poesia, cultura, literatura e arte ;) um abraço. Lá estarei nalgumas terças no d. ;) Conto contigo e com todos os apaixonados pela poesia ;)

    ResponderEliminar
  2. Quero fazer só um reparo a algo que é dito pelo Diogo: que considera o DRACULEA uma organização literária, apenas de não usarmos esse rótulo... Não é verdade. O DRACULEA Café Bar é um espaço comercial (estabelecimento de bebidas) que faz da venda de produtos e serviços a sua actividade com fins lucrativos. Temos contas a pagar e para tal necessitamos de dinheiro, dinheiro esse que nos é trazido pelas pessoas que cá vêm. A diferença entre este espaço e outros é que o DRACULEA é gerido por uma pessoa ligada às Artes Plásticas e por outra que se interessa por Literatura e que, a partir dessas sensibilidades, tenta(ra)m construir um espaço diferente. Faço este reparo por uma razão muito simples: sem dinheiro, ou seja, sem clientes, fecham-se as portas e, consequentemente, acaba-se o DRACULEA Café Poesia. Não quero com isto exacerbar a nossa importância - que pouca é; haverá sempre outras pessoas dispostas a pegar nestes conceitos, penso eu.

    Obrigado pelas palavras, todavia, Diogo.
    Abraço

    ResponderEliminar
  3. Concordo com o ue dies Valter. Não mudo uma virgula. No money, no funny. Apareçam, só assim o comboio avança, com passageiros ;) Abraço e obrigado ao Luís pelo debate ;)

    ResponderEliminar
  4. p.s: Não agradeças. Escrevi de boa vontade ;) cumprimentos gavinescos ;)

    ResponderEliminar
  5. p.p.s: No início do post falta um "o" no meu nome eheh (risos), não é importate, quis só me meter na brincadeira com o Luis Abraço

    ResponderEliminar