quarta-feira, 15 de setembro de 2010

Moto continuo






doia-lhe sempre todavia nalguns momentos doia-lhe menos
amava sempre todavia nalguns momentos amava menos
amava muito todavia nalguns momentos amava menos
amava muito mas nalguns momentos amava menos
amava muito mas às vezes amava menos
amava muito mas às vezes amava demais
doia-lhe muito mas às vezes doia-lhe demais




1 comentário: