quinta-feira, 20 de agosto de 2009

A puta da eternidade

Para o Carlos Norton...

Eu estou a morrer, mas aquela puta da Madame Bovary viverá para sempre.

Gustave Flaubert

1 comentário:

  1. Obrigado pela ajuda, mas a minha dúvida não é eterna, apenas a solução à dúvida o será, ou não...

    ResponderEliminar