terça-feira, 13 de janeiro de 2015

Os últimos a rir

estão mortos
e bem mortos
os seus assassinos
também

nem uns nem outros
desafiarão mais
a verdade

nem uns nem outros
procurarão mais
a luz

se eu quisesse, chorava
chorava de tanto rir

Sem comentários:

Enviar um comentário