terça-feira, 17 de abril de 2012

RIMA


Os poemas são

casas abandonadas

a que sempre regressamos

à procura de tesouros

há muito esquecidos

bem no fundo de nós.


Sem comentários:

Enviar um comentário