sexta-feira, 2 de dezembro de 2011

Exercícios de Estilo




Metáforas à parte, disse o canibal, comia-te toda.


Ai querido!
Ai querido!
Ai querido!
Gosto tanto quando me fazes
repetitiva!


- Ana, estás quieta ou não?
- Ana, estás a ouvir-me?
- Ana, estás aqui estás na rua!
- Ana, fora!


Nunca começava coisa alguma. Dizia que era uma questão de princípio.


Estava tão cansado de ser pisado que um dia tirou-se debaixo dos pés do seu proprietário, fazendo-o cair aparatosamente. Escusado será dizer que o homem ficou muito magoado.


Era um homem bom na sua maldade e mau na sua bondade, ou seja, era bom a ser mau e mau a ser bom.

Sem comentários:

Enviar um comentário