terça-feira, 11 de outubro de 2011

Talvez

Talvez não sejamos nós a escolher os livros que lemos, os sonhos que sonhamos, os amores que vivemos. Talvez sejam eles que nos escolhem.

Afinal de contas não somos nós que escolhemos a vida, é ela que nos escolhe, tal como a morteMas podemos sempre escolher entre a vida e a morte. Só podemos escolher a morte.

Sem comentários:

Enviar um comentário