quinta-feira, 23 de setembro de 2010

pretérito presente

aqui

1 comentário:

  1. Muito interessante, uma demonstração independente e involuntária do facto de que só vemos, só notamos, as diferenças e que o que fica memorizado é aquilo que já não há ou aquilo que passou a haver.

    ResponderEliminar