sábado, 25 de setembro de 2010

as pessoas




para a Paula


Era um artista enorme, extraordinário, e era um homem pequeno, mesquinho, execrável. As pessoas admiravam-se. As pessoas não compreendiam. As pessoas têm esta incompreensível crença que lhes diz que é preciso compreender.



Sem comentários:

Enviar um comentário