terça-feira, 10 de agosto de 2010

amor à alentejana

Minha querida:

um pouco de sal
alguns dentes de alho
um molho de coentros
(ou de poejos)
água a ferver
azeite q.b.

Gestos precisos e determinados.
Equilíbrio numa fatia de pão.
Será que há ovos? Tanto faz!

O amor pode ser difícil
mas nunca é complicado.

Sem comentários:

Enviar um comentário