terça-feira, 23 de junho de 2009

simples jogos de palavras



Nunca se é completamente feliz
Nem se é completamente infeliz
Há sempre um claro limite
Entre o tudo e o nada
Entre o muito e o pouco
Somos felizes na nossa infelicidade
Somos infelizes na nossa felicidade

Junho de 2009

Por um momento sentiu-se feliz, completamente feliz, e depois disso nunca mais se sentiu completamente infeliz.

Maio de 2006

Sem comentários:

Enviar um comentário