quarta-feira, 8 de abril de 2009

masculino/feminino: poemas de amor

Primeiro

I

Fazes-me sentir mal, disse ela, e ele olhou-a nos olhos, mas nada disse: sabia que assim era, mas também sabia que nada podia fazer para alterar a situação.

II

Fazes-me sentir mal, disse ele, e ela olhou-o nos olhos, mas nada disse: sabia que assim era, mas também sabia que nada podia fazer para alterar a situação.

[próxima sexta-feira, na Rua do Imaginário (veja aqui ao lado, na barra lateral), lerei este e outros poemas desta série]

Sem comentários:

Enviar um comentário