domingo, 12 de abril de 2009



Calo a custo
as palavras que me falam de ti:
agarro-as uma a uma,
com todo o cuidado,
antes que se amontoem,
e reduzo-as a silêncio,
uma e outra vez.


Luís Ene

Sem comentários:

Enviar um comentário